quinta-feira, 23 de junho de 2011

ENTREGA...

RENATA BEIRO e PAULO CARVALHO

Tanto amor, tanto fogo se revela

Vontades reprimidas, seus olhos verdes

maldosos, de soslaio, me liberam...

Cedo? Nada...

Estás no certo

És menina, és mulher

Me queres!

Percebo tua vontade...



Calor é o fogo que deve

e vai ser debelado!

De fato e no ato!

"Carinardente" contato...

Te entregas a mim

como gente...

E sente

Num fervente repente...

Eu sou teu homem

Minha mulher...


Um comentário:

  1. CARNE E UNHA. VINHO E CHURRASCO, CALOR E CASACOS.

    ResponderExcluir