domingo, 3 de junho de 2012

SEM AVISO...

RENATA BEIRO (03/06/12)

Chega
Assim...
Sem avisar
Sinto
Qual onda
Do mar...
Em risos
Gestos
Palavras
Percebo...
É certo
Pensamentos
Meus
Queres
Roubar...
Ladino...
Cria
Hinos
De amor
A me encantar...
Por amar
No repente
De repente
Perdão
Não pedes
Não!
Enfeitas
Meus risos
Sorrisos...
Falas do amor
Em regojizo...
Sentimento
Sem juízo
Vida!
É emoção
Incontida
Quase idolatria...
Em versos
Reverencias
"Cada faceta sua
Espiritual ou física,
é artimanha
Sem libertação"
Bem haja
O coração...
Gentil
Tomou minha mão...
Temendo
Tremendo
Do medo
De ouvir
Não!
Encanto
Venha em vagar...
"Pois um rio
Limpo e puro
Deseja
Repouso
Na calmaria
De meu oceano..."
Em meu coração
Seu nome gravar...
Fazendo-me
Crer
Que amar
É querer
É sorriso
Uma canção
Grandiosa emoção
A nos manter
Firmes
Fortes
Num lugar
Tão longe
Onde
Só nós
Vamos saber...

2 comentários:

  1. Suas palavras
    são como ares,
    que aos pares
    nos encantam,
    nos envolvem.

    Parabéns!
    Bjs.

    Helio T.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias! Pelas palavras e rimas bem postas!!!

      Excluir